20 de outubro de 2018
  • :
  • :

Prefeitura diz que apenas 7% das escolas municipais de Salvador aderiram à greve

Prefeitura diz que apenas 7% das escolas municipais de Salvador aderiram à greve

Balanço divulgado pela Secretaria Municipal da Educação (Smed) aponta que 93% das escolas da rede municipal não aderiram à greve comandada pela APLB. Para o secretário Bruno Barral, titular da Educação (Smed), isso demonstra o compromisso que os professores têm com seus alunos, lembrando que a rede tem 431 escolas e cerca de 142 mil estudantes matriculados.

“Estamos em processo de negociação, as rodadas vêm acontecendo com muita transparência e diálogo. Avançamos em alguns pontos, outros ainda estão sendo negociados. Por isso, seria precipitado fazer uma greve sendo que os canais estão abertos”, avalia.

Barral visitou algumas escolas na manhã desta quarta-feira (11), em continuidade a um processo de visitas e interlocução com gestores e professores que vem ocorrendo periodicamente durante sua gestão.

Movimento partidário – A orientação da Secretaria Municipal de Educação (Smed) é que as escolas funcionem normalmente. A Smed entende o movimento de greve como precipitado, uma vez que a negociação está em andamento. Destaca que há proposta de aumento real para a categoria e que a valorização dos professores é uma política implementada desde o início da primeira gestão de ACM Neto. Um exemplo disso é o aumento registrado na média salarial da categoria, que passou de R$ 4.826,71 para R$ 6.431,13, representando um incremento de 33,24%.

Diante disso, a Smed classifica o movimento como político partidário, uma vez que o governo do estado oferece uma proposta de 0% de aumento e isso não suscita qualquer movimentação por parte dos professores. Com a deflagração da greve, os principais prejudicados são os 142 mil alunos da rede municipal. Houve uma rodada de negociação entre a Smed e a APLB na noite desta terça-feira (09) e um novo encontro foi agendado para as 18h desta quarta.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *