2 de abril de 2020
  • :
  • :

Procuradores recebem até R$ 57 mil por mês no TCU, diz colunista

Procuradores recebem até R$ 57 mil por mês no TCU, diz colunista

O TCU, um dos braços fiscalizatórios da União mais severos no país, só pega pesado da porta para fora. O jornalista Gabriel Mascarenhas da coluna Radar Online diz que, para o funcionalismo, a repartição equivale ao Jardim do Eden.

Segundo ele, um levantamento do próprio tribunal, entregue à Comissão de Supersalários da Câmara, revela que 11 procuradores da República lotados no órgão tiveram ganhos mensais acima do teto constitucional de 33 700 reais, entre setembro de 2016 e agosto do ano passado.

Aliás, muito acima. Afora as já conhecidas remunerações estratosféricas dos doutos ministros (quase 80 000 reais), os procuradores que atuam na corte receberam até 56 761 reais por um mês de trabalho.

Os holerites dessa turma apontam vencimentos que variam de 28 900 reais a 32 000 reais no período. Não só. Os integrantes do Ministério Público no TCU gozam ainda de valiosos penduricalhos. Um deles acumulou ganhos de 54 300 reais em outubro de 2016. Agarrados ao salário, estavam os benefícios.

A lista de agrados incluiu 723 reais de auxílio pré-escola; 4 377 reais em auxílio-moradia; 3 800 reais referentes ao ressarcimento de gastos em saúde (não raro, chegam a 5 500 reais); 735 reais para alimentação; e 750 reais de telefone.

Os dados das gastança já chegaram às mãos de quem pode agir, o deputado Rubens Bueno, relator da comissão instalada para tratar do assunto. Agora, cabe ao TCU torcer para a Câmara não seguir o padrão de rigidez que o tribunal costuma adotar da porta para fora.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *