17 de julho de 2019
  • :
  • :

ACM Neto ressalta Carnaval como importante instrumento econômico de Salvador

ACM Neto ressalta Carnaval como importante instrumento econômico de Salvador

O prefeito ACM Neto voltou neste domingo (24), ao Circuito Orlando Tapajós (Ondina/Barra), para acompanhar o Furdunço, neste segundo dia de pré-Carnaval em Salvador. No camarote institucional localizado na Avenida Oceânica, ele ressaltou para a imprensa a importância da folia para movimentar a economia na cidade.

“A antecipação do Carnaval é a oportunidade para muitas pessoas, que não vão passar a festa em Salvador, de virem aqui curtir e muitas outras anteciparem a vinda à cidade. A gente criou o Fuzuê e Pipoco, além de oficializar a quarta-feira, na compreensão de que o carnaval é um instrumento econômico muito importante para a cidade. Estão sendo gerados mais de 250 mil empregos, garantindo mais de 800 mil turistas e visitantes em Salvador no período e taxa máxima de ocupação da rede hoteleira. São quase 2 bilhões de reais movimentados pela indústria do Carnaval não apenas nos dez dias de festa, mas durante os 365 dias do ano. Esse é o grande ganho que justifica o investimento que a Prefeitura faz na festa”, elencou ACM Neto.

O prefeito também respondeu que o pré-Carnaval já serve como um teste para o megaesquema montado pela Prefeitura para o bom andamento da folia. “Aqui a operação já está em nível máximo na limpeza, transporte, saúde… É claro que o Furdunço tem a característica diferente dos outros dias, não tem os trios grandes desfilando aqui na Barra. É um evento onde muitas famílias estão presentes, jovens e idosos, um momento lúdico com muita gente fantasiada, muita gente que junta os grupos de bairro, do prédio ou da comunidade para curtir esse dia. Não deixa de ser um aquecimento e teste para a folia, partir da quinta-feira (28), com a abertura oficial”, completou.

Transporte – Questionado sobre o transporte no Carnaval, o gestor avalia que o esquema municipal evoluiu bastante e que a mobilidade, hoje, é muito melhor em comparação à seis anos atrás. Um dos principais avanços foi a criação do translado gratuito por ônibus que transporta os foliões entre a Estação da Lapa e a Barra, o que diminuiu bastante o congestionamento na Avenida Centenário, um dos principais acessos ao Circuito Dodô (Barra/Ondina).

“A gente também fez o esquema de shuttle, que sai dos principais shoppings da cidade e traz o folião para os circuitos. O cidadão pode estacionar o carro com segurança, pegar o ônibis, vir com segurança e voltar para o carro. As vias exclusivas para taxistas, mototaxistas e ônibus também contribuem bastante para facilitar a vida do cidadão”, afirmou ACM Neto.

Ampliação e tradição – Além da folia em dez bairros e três ilhas, e a inédita programação no Rio Vermelho com bailinho infantil e orquestras, este ano o Carnaval na capital baiana tem demonstrado um movimento que vem crescendo bastante e tem ampliado ainda mais a folia na cidade: o surgimento de miniblocos em diversos bairros. “Ontem mesmo foram vistos vários bloquinhos acontecendo no Imbuí, na Pituba, em Cajazeias, em todo o lugar. É o Carnaval que se multiplica, cresce e se fortalece, respeitando a tradição e a raiz de cada bairro de cada bairro e lugar, o que é muito bacana e dá vitalidade à festa em Salvador”, pontuou o prefeito.

Falando em tradição, o gestor fez questão de levar as filhas, Lívia e Marcela, para acompanhar o Furdunço. “Sempre trago (ao Carnaval). Meus pais me levavam para a folia muito pequeno. Eu acho que essa tradição tem que ser passada de pai para filho, de geração em geração, porque isso é que dá vitalidade, futuro e oxigênio ao Carnaval de Salvador”, finalizou.

Foto: Divulgação/SECOM-PMS




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *