19 de agosto de 2019
  • :
  • :

Professores da UNEB, UEFS e UESB iniciam greve nesta terça

Professores da UNEB, UEFS e UESB iniciam greve nesta terça

Professores de três universidades estaduais na Bahia iniciaram greve nesta terça-feira (9) em todos os campi das instituições deixando mais de 30 mil estudantes sem aulas. A Universidade Estadual da Bahia (Uneb), Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e a Universidade Estadual do Sul da Bahia (Uesb) aderiram à greve. Já a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) permanece em estado de greve.

De acordo com Ronalda Barreto, coordenadora geral da Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (Aduneb), o governador teria desmarcado uma reunião com os professores, nesta segunda (8) e realizado com os reitores, onde ficou decidido a liberação da verba de R$ 36 milhões.

“Nessa reunião com os reitores, ele anuncia na imprensa dizendo que liberou R$ 36 milhões para as quatro universidades estaduais da Bahia. Na verdade, ele liberou um recurso que estava previsto, então não fez nenhum favor”, explica Ronalda.

Reivindicações dos professores:

– Destinação de, no mínimo, 7% da Receita Líquida de Impostos (RLI) do Estado da Bahia para o orçamento anual das universidades estaduais. Atualmente, esse índice é de aproximadamente 5%, segundo categoria;
– Reposição integral da inflação do período de 2015 a 2017, em uma única parcela, com índice igual ou superior ao IPCA;
– Reajuste de 5,5% ao ano no salário base dos docentes para garantir a política de recuperação salarial, referente aos anos de 2015, 2016 e 2017;
– Cumprimento dos direitos trabalhistas, a exemplo das promoções na carreira, progressões e mudança de regime de trabalho. Atualmente, conforme categoria, só na Uneb, mais de 400 professores possuem seus direitos à promoção negados pelo Estado;
– Ampliação e desvinculação de vaga/classe do quadro de cargos de provimento permanente do Magistério Público das Universidades do Estado da Bahia.

Foto: Divulgação/Aduneb




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *