8 de dezembro de 2019
  • :
  • :

Dois de Julho terá como tema “Patrimônio do Povo”; confira a programação

Dois de Julho terá como tema “Patrimônio do Povo”; confira a programação

Os preparativos de Salvador para os festejos da Independência do Brasil na Bahia estão em fase final. Organizado pela Prefeitura, através da Fundação Gregório de Mattos (FGM), o Dois de Julho 2019 traz como tema “Patrimônio do Povo”, reforçando a importância desta data cívica que simboliza a vitória brasileira contra os portugueses a partir da união da população.

A edição 2019 da festa trará três novidades para o público. A primeira se refere ao prêmio do Concurso de Fachadas, que terá valores maiores que os anos anteriores: R$ 2 mil, R$ 1,5 mil e R$ 1 mil para as três melhores decorações no trajeto do cortejo, entre a Lapinha e o Terreiro de Jesus.

A segunda novidade diz respeito ao concurso cultural “Aos pés do caboclo”, que vai selecionar duas pessoas para subir no Monumento ao Dois de Julho e conhecer os detalhes históricos e arquitetônicos da obra. Os convidados serão guiados pelo professor da Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia (Ufba), José Dirson. Localizado no Largo do Campo Grande, o monumento é símbolo da Independência da Bahia, tendo como elemento principal o caboclo, figura que representa a nacionalidade e liberdade do povo. Inaugurada em 1895, a obra passa em 2019 por restauração na estrutura de exatos 25,86 metros de altura, promovida pela Fundação Gregório de Mattos (FGM).

Para participar, é necessário ser maior de 18 anos e seguidor da página oficial da Fundação Gregório de Mattos no Facebook (www.facebook.com/fgmcultura); e fazer um comentário de até 300 caracteres na imagem do concurso, começando com a seguinte frase: “Aos pés do caboclo, eu…”. No comentário, deve ser narrada alguma história do participante relacionada ao monumento e/ou às comemorações do Dois de Julho. Serão contabilizados apenas os comentários enviados entre 7 e 17 de junho de 2019. O regulamento está disponível no site da FGM www. culturafgm. salvador. ba. gov. br.

A terceira novidade é a mudança na data do Te Deum, que será celebrado no dia 30 de junho, às 11h, na Catedral Basílica de Salvador, homenageando a cronista, folclorista e membro da Academia de Letras da Bahia, Hildegardes Cantolino Vianna, falecida em 2005. A marca deste ano traz a assinatura de dois grandes artistas plásticos, Euro Pires e J. Cunha, que tiveram como fonte de inspiração, o entendimento sobre a importância da preservação do patrimônio.

“É fundamental para a continuidade da festa, já que é a única festa da independência que tem pertencimento total do povo no país, com características que a diferenciam de outras festas cívicas. Então, decidimos por focar na participação popular para confecção da logomarca desse ano”, afirma Pires.

Programação – A programação das datas que marcam as lutas pela independência do Brasil na Bahia tem início no próximo dia 30 (domingo), com a saída do Fogo Simbólico da cidade de Cachoeira, passando pelas cidades de Saubara, Santo Amaro da Purificação, São Francisco do Conde, Candeias, Simões Filho, com destino ao bairro de Pirajá em Salvador, conduzido pelos soldados do Exército e atletas baianos. O município de Cachoeira, ponto de partida da chama, teve extrema importância na luta pela libertação, por ter rompido com a Coroa Portuguesa em 25 de junho de 1822 e ter se tornado quartel general das tropas libertadoras que lutaram na Bahia contra a esquadra de Portugal.

No dia 1º de julho (segunda), os atos comemorativos começam às 16h, com a chegada do fogo simbólico ao bairro de Pirajá. No mesmo horário, haverá o acendimento da Pira, no Largo de Pirajá, o hasteamento das bandeiras por autoridades e a colocação de flores no túmulo do General Labatut.

No dia 2 de julho (segunda), ápice das comemorações, uma alvorada com queima de fogos na Lapinha, às 6h, abre a programação da data. Às 8h30, acontece o hasteamento das bandeiras por autoridades, com a execução do Hino Nacional pela Banda de Música da Marinha do Brasil.

Em seguida, acontece a Colocação de Flores no monumento ao General Labatut e, na sequência, os carros emblemáticos do caboclo e da cabocla iniciam o desfile pelas ruas do bairro da Liberdade, Santo Antônio Além do Carmo, Pelourinho e Avenida Sete de Setembro, em direção ao Largo Dois de Julho (Campo Grande).

O 196º ano de comemorações do Dois de Julho será finalizado por volta das 17h, no Campo Grande, em ato simbólico de hasteamento das bandeiras do Brasil, Bahia e Salvador, colocação de coroas de flores no monumento ao 2 de Julho pelas autoridades presentes e acendimento da Pira do Fogo Simbólico pelo atleta olímpico de natação Edvaldo Valério.

Programação cultural – O dia 2 de julho será celebrado também com diversas atrações culturais. Uma delas é o XXVII Encontro de Filarmônicas sob regência do maestro Fred Dantas, que ocorrerá das 17h30 às 21h30 da terça-feira (2), no Campo Grande. Também no Campo Grande, na quarta-feira (3), o público vai poder participar do Baile da Independência com a Orquestra do maestro Fred Dantas, das 18h às 21h30.

Excepcionalmente em uma quinta-feira (4), às 18h, no Espaço Cultural da Barroquinha, acontece uma edição especial do Patrimônio É…, roda de conversa mensal sobre educação patrimonial. Desta vez, o tema será dedicado à data magna da Bahia: 2 de Julho – Patrimônio do Povo. As celebrações serão encerradas às 18h30 do dia 5 de julho com a volta dos carros emblemáticos à Lapinha. O ato contará com a participação da orquestra do maestro Reginaldo de Xangô, fanfarras e grupos culturais.

Programação das Homenagens ao 2 de Julho:

DIA 30/6 (domingo)
7h30 – Saída do Fogo Simbólico da cidade de Cachoeira, passando pelas cidades de Saubara, Santo Amaro da Purificação, São Francisco do Conde, Candeias, Simões Filho, com destino ao bairro de Pirajá em Salvador, conduzido pelos soldados do Exército e atletas baianos.
11h – Celebração do Te Deum na Catedral Basílica de Salvador e homenagem à Hildegardes Cantolino Viana.

DIA 1°/7 (segunda-feira)
16h – Chegada do Fogo Simbólico e acendimento da pira – Largo de Pirajá.
Hasteamento das bandeiras por autoridades, com a execução do Hino Nacional pela Banda de Música da Polícia Militar.
Brasil – Exmº. Sr. Antônio Carlos Peixoto de Magalhães Neto – Prefeito de Salvador.
Bahia – Exmº Sr. general de divisão Marcos André da Silva Alvim.
Salvador – Exmº. Sr. Diógenes Tolentino Oliveira – prefeito de Simões Filho.
Colocação de flores no túmulo do General Labatut, pelos Exmº Senhor Antônio Carlos Peixoto de Magalhães Neto – prefeito de Salvador e demais autoridades.
17h – Encerramento da solenidade.

DIA 2/7 (terça-feira)
TURNO MATUTINO
6h – Alvorada com queima de fogos no Largo da Lapinha.
7h – Organização do cortejo cívico.
8h30 – Hasteamento das bandeiras por autoridades, com a execução do Hino Nacional pela Banda de Música da Marinha do Brasil.
Brasil – Exmº Senhor Rui Costa – governador da Bahia.
Bahia – Exmº Senhor Deputado Estadual Nelson Leal – presidente da Assembleia Legislativa da Bahia.
Salvador – Exmº Senhor Antônio Carlos Peixoto de Magalhães Neto – prefeito de Salvador.
IGHB – Exmº Senhor Eduardo Morais de Castro – presidente do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia.
Colocação de flores, pelas autoridades, no monumento ao General Labatut pelo governador, prefeito, presidente da Assembleia, presidente da Câmara de Vereadores de Salvador e comandantes militares.
Entrega dos carros emblemáticos – Discurso do Exmº Sr. Eduardo Morais de Castro – presidente do IGHB
Execução do Hino ao 2 de Julho pela Banda de Música da Marinha do Brasil.
9h – Início do cortejo cívico.
Homenagem aos heróis da Independência: breve parada em frente ao Convento da Soledade.
Homenagem da Ordem Terceira do Carmo: breve parada em frente à Ordem, para pronunciamento de um membro da instituição.
Homenagem da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos: breve parada em frente à igreja.
11h30 – Recolhimento dos carros emblemáticos dos caboclos nos caramanchões da Praça Thomé de Souza.

TURNO VESPERTINO
14h – Organização do cortejo cívico.
15h – Início do cortejo cívico.
Breve parada em frente ao Instituto Geográfico e Histórico da Bahia.
15h30 – Cerimônia Cívica no 2º Distrito Naval
16h15 – Previsão de chegada dos carros emblemáticos e das autoridades ao Campo Grande.
Hasteamento das bandeiras por autoridades.
Execução do Hino Nacional pelas bandas de música da Marinha, Exército e Aeronáutica.
Brasil – Exmº Senhor Rui Costa – governador do Estado da Bahia.
Bahia – Exmº Senhor Deputado Estadual Nelson Leal – presidente da Assembleia Legislativa da Bahia.
Salvador – Exmº Senhor Antônio Carlos Peixoto de Magalhães Neto – prefeito de Salvador.
Colocação de Coroas de Flores no Monumento ao 2 de Julho pelas autoridades presentes. Governador, Prefeito, Presidente da Assembleia, Presidente da Câmara de Vereadores de Salvador e Comandantes Militares.
Acendimento da Pira do Fogo Simbólico Pelo atleta olímpico de natação Edvaldo Valério
Execução do Hino ao 2 de Julho: Coral da PM/BA com acompanhamento da Banda de Música Maestro Wanderley da Polícia Militar da Bahia.

Programação Cultural:

– DIA 2/7 (terça-feira)
Local: Campo Grande
Das 17h30 às 21h30 – XXVII Encontro de Filarmônicas – Regência: Maestro Fred Dantas

– DIA 3/7 (quarta feira)
Local: Campo Grande
Das 18h às 21h30 – Baile da Independência – com a Orquestra do Maestro Fred Dantas.

– DIA 4/7 (quinta-feira)
Local: Espaço Cultural da Barroquinha
18h – “Patrimônio É” – 2 de Julho – Patrimônio do Povo

– DIA 5/7 (sexta-feira)
Local: Campo Grande – Lapinha
18h30 – Volta dos carros emblemáticos, com participação da Orquestra do Maestro Reginaldo de Xangô, fanfarras e grupos culturais.

Foto: Max Haack/Secom-PMS




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *