4 de agosto de 2020
  • :
  • :

Dois dos quatro motoristas de aplicativo assassinados são enterrados em Salvador

Dois dos quatro motoristas de aplicativo assassinados são enterrados em Salvador

Depois de serem torturados e mortos a golpes de falcão dois dos quatro motoristas da Uber foram sepultados na manhã deste sábado (14), em Salvador, sob forte comoção de familiares, amigos e da categoria que cobra mais segurança. Os corpos foram encontrados em sacos plásticos, na sexta-feira (13), na comunidade Paz e Vida, no bairro da Mata Escura.

Sávio da Silva Dias, de 23 anos, e Daniel Santos da Silva, 30, foram enterrados no cemitério Campo Santo. Já o corpo de Genivaldo da Silva Félix foi levado para a cidade de Laje e Alison Silva Damacena dos Santos para o município de Valença.

Vítima – Uma prima de Daniel, que preferiu não se identificar, contou que ele havia retornado ao serviço de transporte privado há pouco mais de duas semanas. O motorista tinha dado uma pausa depois do celular quebrar. Antes, o motorista trabalhava dirigindo uma van que servia como transporte alternativo. Ele era casado e pai de uma menina.

“Ele tinha preocupação em ‘rodar’. Nosso avó sempre falava que era muito perigoso, mas Daniel justificava dizendo que a Uber dava mais dinheiro. Muito triste o que aconteceu”, lamentou.

Novo corpo – No início da manhã deste sábado um novo corpo foi encontrado na BR-324, nas proximidades da estação de metrô do Retiro. A vítima foi identificada como Wendell Carvalho Santos, 38. Ele estava com várias marcas de tiros na cabeça. De acordo com Vinicius Passos, diretor do Sindicato Motoristas por Aplicativo e Condutores de Cooperativas do Estado da Bahia (Simactter-BA), Wendell era motorista por aplicativo e foi vítima de um assalto. Por meio de nota, a Polícia Militar informou que foi acionada para averiguar o crime e, no local, constatou que a vítima já estava sem vida.

Suspeito – Na segunda, 16, motoristas farão uma manifestação para cobrar agilidade na apuração das mortes e a criação de uma delegacia especial de apoio aos motoristas. A categoria também cobrará a possibilidade de proibir o embarque de passageiros que não sejam os solicitantes e a exclusão de bairros considerados violentos do sistema.

A manifestação terá início às , 9h, no CAB e, de lá, seguirá até as sedes da Uber e da 99 POP em Salvador, no Caminho das Árvores.

“Vamos fazer um ato simbólico. Não podemos deixar em branco. Vamos cobrar da prefeitura, Secretaria de Segurança Pública e plataformas”, disse o diretor da Simactter-BA.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *