14 de julho de 2020
  • :
  • :

Medidas de combate ao coronavírus regionalizadas surtem efeito em Salvador

Medidas de combate ao coronavírus regionalizadas surtem efeito em Salvador

As medidas regionalizadas, promovidas pela Prefeitura em localidades com grande número de casos registrados de Covid-19 e de descumprimento ao isolamento social, têm surtido efeito e contribuído fortemente para a preservação de vidas em Salvador, através da diminuição da velocidade de transmissão da doença – atualmente a taxa está abaixo dos 6%. Um exemplo disso é o bairro do Bonfim, cujas ações mais restritas foram aplicadas durante sete dias e encerradas nesta terça-feira (26), caiu da terceira para a 19ª posição, com 64 casos.

A avaliação foi feita pelo prefeito ACM Neto nesta terça-feira (28), durante a entrega de doações às instituições sociais Centro Espírita Cruz da Redenção e Lar Fabiano de Cristo, em Periperi. “Estas ações setorizadas, que já estamos fazendo há 30 dias após avaliações de cada bairro e determinação das medidas a serem tomadas, têm o objetivo de evitar a transmissão do coronavírus em locais onde o número de casos é preocupante. E temos tido resultados positivos”, afirmou o gestor.

Outro destaque também é a Boca do Rio, cujos sete dias de medidas regionalizadas resultaram em 51 casos confirmados para a Covid-19 e tiraram o bairro da lista das localidades com maior número de registros. Atual líder no ranking, a Pituba, que também recebeu medidas mais restritivas, tem registrado menor velocidade na transmissão. Entre os dias 23 e 24 últimos, por exemplo, apenas um novo caso foi registrado.

Situada na região do Subúrbio Ferroviário e com ações mais restritas ainda em vigor, Plataforma saiu da primeira posição que ocupava no último dia 19, com 43 casos, e já não figura entre no topo da lista com mais registros, com 56 casos. Outros que também estão sob medidas restritivas são Lobato, Liberdade, Brotas, Cosme de Farias, Uruguai e Massaranduba, entrando na lista amanhã (29) a localidade de Periperi. .

Toque de recolher – O prefeito ainda fez questão de destacar que, mesmo com a adoção de medidas setorizadas em Salvador, no intuito inclusive de evitar a interdição completa das atividades na cidade, é preocupante os casos que vem sendo flagrados de desrespeito às determinações municipais. Duas delas foram registradas no período de feriados antecipados e chamaram bastante atenção, inclusive da imprensa: uma guerra de espadas em Periperi e uma festa ao ar livre na Boca do Rio.

“Se houver a insistência das pessoas de descumprirem o decreto, se continuar havendo atitude de desrespeito à vida, não teremos alternativa a não ser determinar o toque de recolher à noite em Salvador”, alertou ACM Neto.

Atividades restritas – As medidas mais restritas nos bairros envolvem a suspensão da realização de qualquer atividade econômica, formal e informal – exceto supermercados, farmácias e estabelecimentos que utilizam o sistema de delivery, sem retirada no local, além de serviços de saúde. Em alguns casos, há também interdição do fluxo de veículos em vias com maior movimentação de pessoas.

Há, ainda, ações de proteção à vida com distribuição de máscaras, realização de testes rápidos, medição de temperatura, doação de cestas básicas para feirantes e ambulantes, higienização e desinfeção de ruas, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, apoio a instituições que atendam idosos, crianças e pessoas com deficiência e Cras Itinerante.

Foto: Bruno Concha/Secom-PMS




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *