25 de setembro de 2020
  • :
  • :

Prefeito lembra os 23 anos da morte do líder político feirense José Falcão

Prefeito lembra os 23 anos da morte do líder político feirense José Falcão

Quando ainda não existia a ultrassonografia, José Falcão da Silva, expert em “tiradas” espirituosas, costumava dizer: “De barriga de mulher grávida, cabeça de juiz e urna, ninguém sabe o que sai”. Nesta quinta-feira (5), completaram-se 23 anos que o bancário, advogado, ex-vereador, ex-prefeito e ex-deputado federal morreu, pouco tempo depois de conquistar o terceiro mandato como chefe do Executivo de Feira de Santana.

“Tive a oportunidade de uma convivência próxima com José Falcão, pois durante muito tempo ele foi correligionário político do meu pai. Inegavelmente, foi uma liderança política que merece sempre ser lembrada na história de Feira de Santana”, destaca o prefeito Colbert Martins Filho.

Apelidado carinhosamente como “Zé Festinha”, José Falcão da Silva começou na política em 1962, se candidatando a deputado, mas não conseguiu a eleição. Quatro anos depois, foi eleito vereador, sendo o mais votado do MDB. Falcão conquistou o primeiro mandato de prefeito em 1972 e conseguiu o segundo mandato em 1982.

Em 1990, ele foi eleito deputado federal e chegou ao terceiro mandato na prefeitura de Feira de Santana em 1996. José Falcão é autor de frases celebres que nunca serão esquecidas pelos feirenses, como: “Na política não existem aliados eternos, nem adversários irreconciliáveis”, “Política e mineração, só depois da apuração…” e Praga de urubu velho não pega em cavalo novo…”.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *