25 de setembro de 2020
  • :
  • :

IBGE estima que safra baiana de grãos em 2020 será a maior já registrada

IBGE estima que safra baiana de grãos em 2020 será a maior já registrada

Os grãos baianos batem recorde novamente depois das estimativas para 2020 já terem superado anos anteriores em junho e julho. A aferição realizada em agosto para a safra baiana de cereais, leguminosas e oleaginosas neste ano é de que a produção deve chegar a 9.712.445 toneladas, segundo Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), realizado pelo IBGE. A quantidade é a maior da série histórica iniciada em 1972.

Com a revisão para cima da produção, a expectativa é de que o ano feche com um aumento de 17,2% (ou mais 1.428.785 toneladas) em relação à safra de grãos de 2019. Em julho, a previsão do IBGE era 1,9% menor do que a de agosto.

O IBGE informa que, com base na estimativa do mês passado, a Bahia deve se manter, em 2020, com a oitava maior produção de grãos do país, respondendo por 3,9% do total nacional, em um ranking liderado pelo Mato Grosso, responsável por 28,6% da produção brasileira.

A expectativa de crescimento da safra de grãos na Bahia ante 2019 se deve às condições favoráveis para as culturas, não a uma baixa produtividade no ano passado, garante o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária da Bahia (Faeb), Humberto Miranda.

“2019 foi excelente, mas 2020 está excepcional com chuvas bem distribuídas em quase todas as regiões produtoras do estado. Isso pode fazer com que consigamos superar um ano que já foi bom”, analisa Miranda.

Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), com base nas estimativas de setembro, espera-se que a produção de grãos aumente em 21% em 2020 na comparação com 2019, passando de 8.302,7 mil toneladas na safra anterior, para 10.098,8 mil toneladas na atual.

Milho segunda safra
No levantamento de agosto, o IBGE aponta que o milho da segunda safra foi o grande responsável pela puxada da previsão anual já que a estimativa de produção baiana desta colheita do grão atingiu 480 mil toneladas naquele mês – um crescimento de 29,7% maior que a expectativa de julho. Analisando o ano como um todo, a produção de milho 2ª safra na Bahia em 2020 deve ficar 73,9% maior que a de 2019, quando foram registradas 204 mil toneladas.

Segundo a Conab, em setembro, a produção total de milho em grãos na Bahia para a safra 2020 está estimada em 2.479,1 mil toneladas, o que equivale a uma aumento de 52,1% em relação à safra passada. A estimativa da companhia é de que a produção do grão da terceira safra (equivalente a 2ª safra do IBGE) seja de 693,3 mil toneladas, um aumento de 155,2% em relação a 2019.

De acordo com o IBGE, o crescimento da área plantada do milho entre julho, com 230 mil hectares, e agosto, com 250 mil hectares, foi o motivo primordial para o aumento na previsão.
Colhido majoritariamente no Norte da Bahia, o milho da segunda safra aumentou em 20 mil hectares, aponta o IBGE. Entretanto, a área destinada para a cultura em todo o estado cresceu apenas 0,1% na comparação com 2019, segundo estimativa de setembro da safra anual realizada pela Conab. A companhia diz não haver aumento de área em relação à safra passada do grão da segunda cota de plantação. Ambas possuíam 231,1 mil hectares, informa a empresa pública.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *