27 de outubro de 2020
  • :
  • :

Salvador abre consulta pública para Plano de Adaptação às Mudanças do Clima

Salvador abre consulta pública para Plano de Adaptação às Mudanças do Clima

Com finalidade de desenvolver uma Salvador mais inclusiva, verde, resiliente e de baixo carbono, a Prefeitura disponibilizou para a população o processo de consulta pública virtual do Plano Municipal de Adaptação e Mitigação às Mudanças do Clima – PMAMC. O documento fica acessível até 5 de outubro no site da Secretaria de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis).

Na página, qualquer cidadão poderá inserir suas contribuições sobre ações relacionadas à mitigação (neutralidade em carbono), à adaptação (resiliência a riscos climáticos) e à indicação de benefícios sociais (justiça climática) através de um formulário.

O PMAMC é o plano de ação climática do município de Salvador, cujo propósito é construir uma trajetória de redução de emissão de gases de efeito estufa (GEE) e melhorar a adaptação da cidade às mudanças do clima. As ações propostas deverão ser de curto, médio e longo prazo para que a cidade possa aumentar sua resiliência e cumprir o compromisso da neutralização do carbono até o ano de 2049, em conformidade com o Acordo de Paris.

Participação – Iniciado em janeiro de 2020, o PMAMC passou por diversas etapas e agora disponibiliza a sua versão preliminar para análise e contribuição da sociedade civil. De acordo com a equipe técnica responsável pelo projeto, foram realizados mais de 40 consultas e eventos ao longo do processo, com mais de 1000 participações e mais de 400 contribuições.

“O PMAMC é o plano climático mais participativo do Brasil e possivelmente do mundo. Em Barcelona, houve 119 participantes e 112 contribuições”, destaca Melina Amoni, gerente da WayCarbon.

O Plano Municipal de Adaptação e Mitigação às Mudanças do Clima é financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), através do Prodetur Salvador, com apoio do C40, da Agência GIZ de Cooperação Alemã e elaborado por um consórcio composto por WayCarbon, ICLEI e WWF. Todo o trabalho foi desenvolvido por profissionais com larga experiência em planos de ação climática, com destaque para Carlos Nobre, um dos maiores climatologistas do mundo.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *