24 de outubro de 2021
  • :
  • :

Toffoli arquiva pedidos de investigação contra Guedes e Campos Neto por offshores

Toffoli arquiva pedidos de investigação contra Guedes e Campos Neto por offshores

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli mandou arquivar dois pedidos de investigação contra o ministro da Economia Paulo Guedes e o presidente do Banco Central, Roberto Campo Neto, sobre as suas offshores em paraísos fiscais. Os pedidos eram para que o STF solicitasse a abertura de inquérito à Procuradoria Geral da República (PGR). As informações são do Poder360.

Em seus despachos, Toffoli diz que o requerente pode apresentar a notícia-crime diretamente à PGR. Para ele, não cabe ao “Judiciário imiscuir-se na atuação daquele órgão ou substituir o cidadão nesse encaminhamento”. Os pedidos de investigação foram do senador Randolfe Rodrigues (Rede) e do PDT.

Paulo Guedes e Campos Neto são investigados preliminarmente na PGR. O caso foi aberto pelo procurador-geral, Augusto Aras, na última segunda-feira , 4. O ministro da Economia apresentou à PGR, por meio de sua defesa, documentos para tentar comprovar que não exerce função de liderança na empresa aberta por ele em 2014 nas Ilhas Virgens, no Caribe, considerado um paraíso fiscal.

De acordo com a petição protocolada no Ministério Público, Guedes se afastou da controladoria da offshore em dezembro de 2018, antes de se efetivar no cargo de ministro do governo Bolsonaro.

Nas próximas semanas, Guedes irá prestar esclarescimentos sobre a sua offshore na Câmara dos Deputados após ser convocado. O ministro também irá participar de sessão do Senado, da qual foi convidado.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *