3 de julho de 2022
  • :
  • :

ACM Neto diz que vai construir Hospital Regional para a região do Sisal

ACM Neto diz que vai construir Hospital Regional para a região do Sisal

O pré-candidato a governador ACM Neto (União Brasil) disse nesta sexta-feira (17) que pretende construir um Hospital Regional para o território do Sisal caso seja eleito em outubro. O ex-prefeito de Salvador cumpre agenda na região e visitou os municípios de São Domingos e Retirolândia.

“Quero dizer a vocês que um dos cinco primeiros hospitais regionais que pretendemos construir na Bahia é o Hospital do Sisal, para dar atendimento digno a todos os que moram na região. Quero ser governador porque respeito a vida. Porque entendo que, se alguém tiver um problema cardíaco, se tiver um AVC, se tiver qualquer problema que precise de médico urgente, elas não podem ficar esperando na fila de regulação”, completou.

O pré-candidato reconheceu que os hospitais das cidades mais próximas, como o Hospital Santa Teresa, em Ribeira do Pombal, o Dantas Bião, em Alagoinhas, e o Clériston Andrade, em Feira de Santana, já não conseguem atender à demanda da população sisaleira.

“Aqui no Sisal não há um hospital regional que possa atender e dar suporte às cidades da região. Aí, quando alguém fica doente, começa aquela luta: manda para onde? Ribeira do Pombal? Feira de Santana? Alagoinhas? Salvador? E assim começa uma espera interminável na fila da regulação. Já passou da hora da região ter o seu próprio hospital”, disse ACM Neto em Retirolândia, num evento com lideranças regionais.

*Educação*
No começo da manhã, Neto esteve em São Domingos, onde foi recebido pelo ex-prefeito Izaque Júnior (Solidaridade), que em discurso disse que a cidade está desde 2007 sem delegado titular: “De lá para cá o crime tomou conta, várias famílias foram destruídas por falta de coragem desse governo de enfrentar o problema da segurança pública. A maior obra do governador aqui foi ter fechado a escola estadual, deixando alunos e profissionais sem saber o que fazer”.

Neto lembrou que esses problemas se repetem por todo o estado: “Aqui fecharam escolas como fecharam em toda a Bahia. Aliás, desses 16 anos que passaram, foram 15 sem construir uma escola sequer. Chega agora, na véspera das eleições, começam algumas obras. Antes tarde do que nunca. Porém, a gente sabe que esse grupo não pode ter ainda mais tempo para fazer com que a Bahia continue atrasada no ensino”.

Neto voltou a pontuar a necessidade de mudança de postura do governo. “Para devolver a paz aos baianos, vai ser preciso ter um governador que, com coragem e firmeza, encare o problema da segurança pública, que mostre que na Bahia lugar de bandido é na cadeia. A Bahia, infelizmente, é o estado campeão nacional em número de homicídios desde 2017. Porém, as autoridades permanecem de braços cruzados”, completou.

*Agenda*
Ainda nesta sexta-feira (17), Neto visita Valente pela tarde, com ato político marcado para o Clube Social Umburanas ao lado do prefeito Ubaldino Amaral (União Brasil). Na sequência, vai a Riachão do Jacuípe, à noite, onde o pré-candidato será recebido pelo prefeito Carlinhos Matos (União Brasil) em encontro político na AABB.

A agenda com quatro cidades no mesmo dia se repete no sábado (18), com Pé de Serra, Cansanção, Queimadas e Santaluz. No domingo (19), ACM Neto visita a cidade de Barrocas.

Foto: Divulgação/Ascom




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *