18 de abril de 2024
  • :
  • :

Estudante de Madre de Deus conquista prata na Olimpíada Brasileira de Matemática

Estudante de Madre de Deus conquista prata na Olimpíada Brasileira de Matemática

Um estudante da rede pública municipal de Madre de Deus, na Bahia, está entre os vencedores da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). Com a medalha de prata, ele alcançou o reconhecimento em uma das maiores competições de conhecimento de todo o país.

Nykolas Nascimento Jesus se destacou ao conquistar a medalha de prata na Obmep. De acordo com a secretária de Educação do município, Rita de Cassia Mattos, os resultados são fruto de um esforço coletivo para que a rede municipal de ensino seja capaz de oferecer uma educação cada vez melhor aos estudantes. “Ver nossos alunos conquistando medalhas em competições nacionais é ótimo, mas não é nosso objetivo final. Mesmo assim, essas medalhas são um bom indicador de que escolhemos o caminho certo para que o ensino público da cidade se fortaleça”, afirma.

Para ela, são muitos os fatores que contribuem para que essas crianças e jovens tenham bom desempenho mesmo em avaliações tão complexas. “Investimos na infraestrutura das escolas e na formação continuada dos nossos professores. O principal, no entanto, é nossa parceria com a Aprende Brasil Educação, que traz para nossos estudantes e escolas um material didático físico e digital que tem a mesma qualidade das escolas privadas”, detalha.

Avaliações nacionais como a Obmep são uma boa maneira de compreender as deficiências e salientar os pontos positivos dos processos de ensino e aprendizagem de municípios. Isso porque colocam à prova habilidades como interpretação de texto, conhecimento dos componentes curriculares e até mesmo equilíbrio emocional. A gerente de marketing e produto da Aprende Brasil Educação, Damila Bonato, lembra que essas competições também desempenham um papel importante para o amadurecimento dos estudantes. “Participar de olimpíadas como essas é muito importante para estimular a competição saudável e incentivar que nossos estudantes busquem conhecimentos para além da sala de aula”, destaca. Ela explica que o mais importante é o desenvolvimento desses estudantes frente às muitas ciências.

Foto: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *