22 de julho de 2024
  • :
  • :

Luciano Araujo entra com representação no MP para isenção do pedágio da Via Bahia na BR-324

Luciano Araujo entra com representação no MP para isenção do pedágio da Via Bahia na BR-324

O deputado estadual e presidente do Solidariedade na Bahia, Luciano Araujo, entrou ontem (31) com uma representação junto ao Ministério Público contra a Concessionária ViaBahia, empresa que administra a BR-324. Segundo o parlamentar, a ViaBahia oferece uma péssima execução, deixando as estradas acumularem centenas de buracos, causando sérios riscos de acidentes.

“Solicito ao MP que os usuários da BR-324 sejam isentos do pagamento da tarifa do pedágio até a conclusão de todas as obras e serviços que se mostram necessários à segurança de todos”, disse.

Luciano Araujo afirma que “a demora da ViaBahia diante da necessidade de execução das obras necessárias para a segurança dos usuários, como tapar buracos e recapear a pista, nos dois trechos da rodovia, afigura-se verdadeira ilegalidade e imoralidade, uma vez que o risco diário ao qual são expostos os usuários e moradores da região inviabiliza o pleno exercício de direitos fundamentais, inclusive o constitucional direito de ir e vir”.

De acordo com o contrato firmado pela União e a ViaBahia, é dever da empresa prestar serviço público de recuperação, operação, manutenção, monitoração, conservação, implantação de melhorias e ampliação de capacidade do Sistema Rodoviário, pelo prazo de 25 anos.

“Fato é que, com os inúmeros buracos espalhados em toda rodovia, os usuários não estão podendo utilizar, com a segurança necessária, os serviços da rodovia federal em virtude da não realização de obras essenciais”, frisou o deputado.

Aumento da tarifa

Luciano Araujo, através da representação, solicitou ainda a suspensão do aumento da tarifa do pedágio da BR-324, anunciado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), até a conclusão das obras e serviços que se mostrarem necessários à segurança dos usuários.

Foto: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *