18 de abril de 2024
  • :
  • :

Câmara de Salvador apoia campanha de doação de sangue da Hemoba

Câmara de Salvador apoia campanha de doação de sangue da Hemoba

A Câmara Municipal de Salvador apoia a Campanha de Doação de Sangue, realizada pela Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba). A ação será nos dias 11 e 12 de setembro, quando o Hemóvel estará estacionado em frente ao Paço Municipal para receber os servidores voluntários e a comunidade, que contarão com apoio dos agentes da Hemoba durante o processo de doação. A ação será realizada pela Supervisão de Atenção à Saúde e Qualidade de Vida, através do Projeto de Promoção e Prevenção da Saúde.

O principal objetivo é estimular e facilitar a prática da doação de sangue por parte dos servidores, contribuindo com a atualização do banco de sangue do Hemoba. Como continuidade, a partir do mês de outubro, haverá o “Dia da Doação” na Câmara. Será disponibilizado transporte toda última quarta-feira do mês para levar os servidores que tenham desejo de se voluntariar para doação de sangue na sede da Hemoba.

A ação de apoio à campanha de doação de sangue possibilita aos servidores da Câmara a oportunidade de contribuir para beneficiar e salvar vidas, com um gesto de solidariedade e amor ao próximo.

Para realizar a doação de sangue é necessário cumprir alguns critérios e requisitos para que não haja prejuízos à pessoa contemplada e ao doador.

Confira alguns destes critérios para a doação de sangue:

• Não estar gripado, resfriado, com febre. Se isso acontecer, espere 15 dias após o desaparecimento dos sintomas;
• A doadora não pode estar grávida;
• Aguardar o período pós-gravidez (90 dias para parto normal e 180 dias para parto cesariano);
• Aguardar período de amamentação (durante os primeiros 12 meses);
• Não ter feito tatuagem e/ou piercing nos últimos 12 meses (piercing em cavidade oral ou região genital impede a doação);
• Não ter feito exames/procedimentos endoscópicos nos últimos 6 meses;
• Fica com restrição para doar quem teve diagnóstico de hepatite após os 11 anos de idade;
• Restrição também para quem tem evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatite B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas;
• Não pode doar pessoa que faz uso de drogas ilícitas injetáveis.
• Para fazer a doação é necessário estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas);
• O doador deve estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação);
• Não ingerir bebida alcoólica nas últimas 12 horas;
• Não fumar por pelo menos 2 horas.
• Estar em boas condições de saúde e pesar acima de 50 kg;
• Apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional;
• Ter entre 16 e 69 anos de idade, sendo que menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal;
• Pessoas com mais de 60 anos só poderão doar caso já tenham realizado uma doação antes dos 60 anos;
• Homens podem doar até 4 vezes a cada 12 meses, com intervalo mínimo de 60 dias entre as doações e mulheres podem doar até 3 vezes a cada 12 meses, com intervalo mínimo de 90 dias entre as doações.

Foto: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *