23 de fevereiro de 2024
  • :
  • :

Bruno Reis anuncia investimento de R$ 76 milhões para reconstrução de sete escolas municipais

Bruno Reis anuncia investimento de R$ 76 milhões para reconstrução de sete escolas municipais

Seguindo a meta de renovar a infraestrutura da rede municipal de Educação, a Prefeitura de Salvador vai reconstruir mais sete escolas da capital baiana, com o objetivo de oferecer um ambiente de aprendizado mais adequado aos alunos. O pacote de obras, com investimento de R$76,8 milhões, foi anunciado nesta terça-feira (28) pelo prefeito Bruno Reis, em evento na Escola Municipal Oscar da Penha, em Cajazeiras VI, uma das unidades educacionais que serão reconstruídas e reformuladas nesta nova etapa.

Além disso, o prefeito anunciou a abertura de uma licitação para climatizar todas as salas de aula da rede municipal de Educação em prédios públicos do município. O investimento em aquisição de aparelhos de ar-condicionado será de R$20 milhões. “E a gente vai seguir assim, investindo para oferecer escolas de qualidade, para fazer com que as crianças se sintam bem na escola e tenham vontade de vir estudar e aprender. Estamos fazendo uma educação que vai figurar entre as melhores do Brasil”, disse Bruno Reis.

Além da Oscar da Penha, foram assinadas ordens de serviço para a reconstrução de outras seis unidades: CMEI Anival Razoni Figueiredo (Dom Avelar), Escola Municipal Maria Constança (Mata Escura), Escola Municipal Conjunto Assistencial Nossa Senhora de Fátima (Alto das Pombas), CMEI Tertuliano de Góes (Alto das Pombas), CMEI Rafael de Oliveira (Cajazeiras VIII) e Escola Municipal Professora Maria de Lourdes Santana Alves (Capelinha). O investimento nestas seis unidades é de R$65,5 milhões.

Com mais sete escolas e o pacote de climatização, Bruno Reis destacou o volume de obras que estão sendo realizadas em Salvador: “Sem dúvida alguma, 2024 será o ano, em toda a história da cidade, em que haverá mais investimentos na Educação. Nós temos, neste momento, mais de 160 obras nesta área, contando também com as coberturas de quadra, com as escolas que estamos reformando e ampliando, além destas, que estão sendo reconstruídas do zero. Efetivamente, a Educação de Salvador está dando passos enormes em qualidade. Vamos chegar ao final do nosso mandato com 50 novas escolas entregues. É mais do que uma escola nova por mês”, afirmou.

Secretário de Educação (Smed), Thiago Dantas ressaltou a diversidade de programas e ações, não só em obras, mas também na qualidade do ensino. “O prefeito vem priorizando essa agenda de infraestrutura na Educação, que tem recebido um volume de investimento sem precedentes na história de Salvador. Seguimos firmes, buscando aquela meta de pelo menos 50 novas escolas neste primeiro mandato”, disse.

“Ao mesmo tempo, temos investido no fortalecimento da gestão escolar. Na semana passada, o prefeito lançou o Programa Dinheiro Direto na Escola Soteropolitana. Na próxima semana, vai inaugurar o Centro de Formação de Professores. Então, estamos fortalecendo também a qualificação da estratégia pedagógica nossa. Tenho certeza que vocês vão ficar muito felizes quando essa obra ficar pronta”, completou Thiago Dantas.

Escola – Apenas na reconstrução da Escola Oscar da Penha, o município destinará R$11,2 milhões. O prédio antigo, que tinha seis salas de aula, atendia 339 estudantes. Com a reformulação, a unidade terá 17 salas de aula e atenderá 555 alunos a cada turno, totalizando 1,1 mil estudantes no dia, desde a Educação Infantil até o Ensino Fundamental.

“Hoje, a Prefeitura dá início à construção de uma grande escola para vocês. Aqui, em Cajazeiras VI, havia essa demanda, por isso que a gente tomou a decisão de reconstruí-la. Eu tenho certeza que essa nova escola vai mudar o presente e o futuro dessa garotada de forma decisiva. Quando a gente constrói uma escola, usa o melhor padrão do Brasil. Eu quero que as crianças se sintam melhor na escola do que na até na sua própria casa. Para que elas tenham motivação de vir para a escola estudar”, disse Bruno Reis.

O empreendimento terá 3,2 mil metros quadrados de área construída, com salas de aula climatizadas com kit multimídia, salas multiuso e de leitura, quadra coberta, área de acolhimento, refeitório, elevador, brinquedoteca, entre outros equipamentos. Também será sustentável, com geração de energia solar e reutilização de água pluvial.

A dona de casa Viviane Santos da Cruz, de 31 anos, elogiou a decisão de reconstruir a escola: “Meu filho estuda aqui desde que tinha seis anos, quando tive que tirar ele de um colégio particular por dificuldade financeira. Fui muito bem recebida por todos. Ele hoje tem 11 anos e segue aqui. Eu gosto muito da equipe de professores e pretendo colocar a minha filha, que ainda é pequena, para estudar aqui também”, disse.

Praça – A Prefeitura aproveitou o evento para inaugurar, também, a Praça Edy Ramos Inocêncio, ao lado da Escola Municipal Oscar da Penha. Essa é a praça de número 394 inaugurada pela atual gestão e conta com equipamentos de ginástica ao ar livre, mesas e bancos, parque infantil cercado, entre outros equipamentos fabricados pela Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal). Ela foi batizada em homenagem a uma moradora de Cajazeiras VI, já falecida, conforme escolha da própria comunidade.

Foto: Lucas Moura/Secom-PMS




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *