19 de maio de 2024
  • :
  • :

Viva Verão anima o pós-Carnaval de Salvador com shows na Praça Cairu

Viva Verão anima o pós-Carnaval de Salvador com shows na Praça Cairu

Os baianos e turistas que curtiram o Carnaval e ficaram com um gostinho de ‘quero mais’ após a Quarta-Feira de Cinzas podem ficar tranquilos: preparem a ‘roupa de ir’, porque a capital baiana terá mais seis dias de festa. A primeira edição do Viva Verão, evento que vai estender a programação cultural da cidade após a folia, tomará conta da Praça Cairu, no Comércio, a partir desta sexta-feira (16).

O evento gratuito terá dias intercalados de programação, sobretudo nos finais de semana, indo até o dia 25 de fevereiro, com apresentações de grandes nomes da música brasileira. Sobem ao palco Baby do Brasil, Pepeu Gomes e Paulinho Boca do Cantor com o show Novos Baianos, Timbalada, Olodum, Gloria Groove, Mariene de Castro, Gaby Amarantos e mais 13 atrações.

A abertura do Viva Verão nesta sexta-feira terá apresentações de manifestações culturais como as Ganhadeiras de Itapuã e o Cortejo Zambiapunga, tradicional da cidade de Nilo Peçanha. No mesmo dia, se apresentam o maior balé Afro do mundo, o Malê Debalê, e a cantora Mariene de Castro, com o show “Santo de Casa”, tendo a cirandeira pernambucana Lia de Itamaracá como convidada especial.

Segundo Cláudio Araújo, presidente do Malê Debalê, a apresentação do bloco no Viva Verão dará continuidade ao tema “O Que é Bom o Nordeste Tem”, pautado nas canções de trabalho. Além disso, o negro e a negra do Malê 2024 estarão presentes, representando a entidade. “Nós temos uma musicalidade muito transversal, que passa pela MPB Afro, pelo Afro como um todo e pelo Ijexá. Temos muito essa coisa de reverberar o que a gente sabe fazer, mas pautado sempre no tema atual”, conta.

“Eu acho que o Viva Verão, apesar de ser algo inovador, é motivador, porque entendemos que, como o Carnaval foi um pouco cedo, a gente fazer esse braço extensor vai agregar bastante valor não só no mundo da cultura e da cenografia, mas, sobretudo pelo lado econômico, tendo em vista que comerciantes impactados direta e indiretamente com as festas se sentem muitos felizes. Temos que parabenizar os gestores que têm esse olhar que faz pulsar a nossa cidade. Não à toa que Salvador é a capital da música. Não é à toa que Salvador respira e reverbera esse tambor que ecoa pelo mundo todo”, acrescentou ele sobre o evento.

Para Aloísio Menezes, cantor do Cortejo Afro, o verão foi intenso e extremamente prazeroso, pois o grupo fez o que mais gosta, que é cantar e se apresentar para um público superfiel. Nesse contexto, o Viva Verão é uma oportunidade de continuidade a tudo isso.

“Nesse verão, além dos Ensaios, tivemos ainda outros shows, participamos das festas populares, uma agenda agitadíssima. Agora concluímos o carnaval, saudando a história dos Blocos Afro, com desfiles lindos e emocionantes, e neste sábado vamos participar do Viva Verão, celebrando essa estação, fazendo esse show na Praça Cairu, aberto ao público. Por isso, nossas expectativas são as melhores. Vamos levar um pouco do nosso carnaval, e não vão faltar os hits da banda. Esperamos que o público venha com toda a animação, porque nós estaremos lá pra entregar tudo de melhor”, disse.

Ideia – O evento é uma iniciativa da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult) de Salvador. Segundo Pedro Tourinho, titular da pasta, o Viva Verão visa prolongar a temporada de eventos na cidade até o fim do mês, já que o Carnaval, este ano, terminou mais cedo. “Queremos dar ao turista mais tempo para ficar na cidade, consumindo, interagindo com a nossa cultura, no Centro Histórico e no Comércio, que tem recebido cada vez mais investimentos”, afirma.

Tourinho explicou ainda que a temporada de shows pós-carnaval é uma estratégia não só turística e econômica, mas também cultural, pois promove uma série de encontros entre artistas de todo o Brasil e da Bahia, além do destaque a alguns blocos Afro e afoxés. Vale lembrar que Salvador foi apontada como o destino mais desejado do Brasil para 2024, segundo pesquisa divulgada pelo Ministério do Turismo.

Programação – Além desta sexta-feira (16), os shows acontecerão nos dias 17 (sábado), 18 (domingo), 20 (terça), 24 (sábado) e 25 (domingo), sempre a partir das 18h. A única banda a se apresentar fora da Praça Cairu será o Olodum, que fará show na varanda da sede do bloco Afro, no Centro Histórico, na terça-feira (20).

No sábado (17), a drag queen Gloria Groove sobe ao palco da Praça Cairu ao lado do cantor Hiran, além das apresentações do Cortejo Afro e da cantora Majur. Já no domingo (18), o primeiro bloco Afro do mundo, Ilê Aiyê, faz uma apresentação especial pós-Carnaval, no ano em que comemora seu cinquentenário. E Baby do Brasil, Pepeu Gomes e Paulinho Boca de Cantor irão emocionar o público com o show dos Novos Baianos.

No sábado (24), a noite é para mostrar a força da música negra feminina que ecoa por Salvador, trazendo as tradicionais percussionistas da Banda Didá, a cantora Márcia Short, com seus mais de 30 anos de carreira, e a volta das AYABASS, projeto das cantoras baianas Larissa Luz, Xênia França e Luedji Luna, criado em 2018.

No domingo (25), o encerramento do Viva Verão terá um encontro de ritmos e culturas. Apresentam-se o afoxé Filhos de Gandhy, a Timbalada e a cantora Gaby Amarantos, trazendo o tecnobrega do Pará e o som “nortestino”, como a mesma destaca.

Atrações Viva Verão

Dia 16 (sexta-feira) – Malê Debalê / Cortejo Zambiapunga / Mariene de Castro convida Lia de Itamaracá / Ganhadeiras de Itapuã
Dia 17 (sábado) – Cortejo Afro / Majur / Gloria Groove part. Hiran
Dia 18 (domingo) – Ilê Aiyê / Novos Baianos
Dia 20 (terça-feira) – Olodum
Dia 24 (sábado) – Didá / Márcia Short / Ayabass (Luedji Luna, Xênia França, Larissa Luz)
Dia 25 (domingo) – Filhos de Gandhy / Timbalada / Gaby Amarantos




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *