13 de junho de 2024
  • :
  • :

Centro de Convenções Salvador anuncia construção de duas centrais de resíduos durante fórum ambiental

Centro de Convenções Salvador anuncia construção de duas centrais de resíduos durante fórum ambiental

O Centro de Convenções Salvador (CCS) participa do 1o Fórum Comércio Industria Lixo Zero, que acontece de 17 a 18 de abril, na Assembleia Legislativa da Bahia, com a presença da ministra de Meio Ambiente e Mudanças Climáticas, Marina Silva. No evento promovido pelo Instituto Lixo Zero Brasil, o CCS vai mostrar as ações ambientais, sociais e de governança implantadas pelo braço baiano da multinacional francesa GL events.

Depois de substituir todas as embalagens por material biodegradável, retirar o uso de plástico para consumo de água, implantar postos para coleta de roupa para o projeto Repense e Reuse, promover ações de limpeza de praia e abrir uma loja colaborativa, o CCS vai inaugurar duas centrais de resíduos para coleta seletiva, com um total de 100 m2 de área construída. O diferencial deste projeto, que coloca o CCS na vanguarda de outros equipamentos similares no país, não é apenas a triagem do lixo que será destinado para as cooperativas de reciclagem, mas a identificação e mensuração do ciclo de vida desse resíduo, seja para descarte, reciclagem ou reutilização.

“Todo este processo é rastreável, sabemos o destino dos resíduos e o impacto que ele gera na economia. Só no Nordeste, o setor de reciclagem emprega cerca de 100 mil pessoas, o que mostra a importância dessa atividade para a economia e para o meio ambiente. Além disso, empresas que adotam práticas ecologicamente corretas se posicionam melhor em relação à concorrência”, frisa com entusiasmo o diretor geral do CCS, Ludovic Moullin. Para se ter uma ideia em números, durante a 3a edição do Origem Week, realizado em março último, foram coletados 315 quilos de resíduos sólidos, cuja reciclagem evitou a emissão de cerca de 122 quilos de gás carbônico na atmosfera, equivalente a 12 meses de captura de CO2 por 20 árvores.

O compromisso do CCS no segmento ESG – Environmental, Social & Governance – é ambicioso. Prevê a implantação de uma usina de geração distribuída, reuso interno de água, monitoramento rigoroso da cadeia de fornecedores, que devem oferecer modelos de negócios mais sustentáveis, até automação do sistema de climatização, dentre outras ações.

Foto: Divulgação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *